18°
27°
Qua - 29/01
17° 32°
Qui - 30/01
18° 28°
Sex - 31/01
19° 27°
Vídeo Institucional
Menarim Sementes - Eventos

Menarim Sementes promove workshop
07/03/2013

Menarim Sementes promove workshop sobre mercado de soja convencional Brasil é o maior produtor de soja livre; tendência é o crescimento do mercado e maior rentabilidade aos produtores O 2º Dia de Campo de Soja promovido pela Menarim Sementes, de Castro, reuniu 80 produtores de várias regiões para conhecerem as variedades de soja convencional – não transgênica -, disponíveis para o mercado, apresentadas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O evento realizado no último dia 7, na Fazenda Vó Anna, em Ventania, contou com um “Workshop sobre Tendência de Mercado da Soja Convencional”. O diretor-presidente da Associação Brasileira de Produtores de Grãos Não Geneticamente Modificados (Abrange), Ivan Paghi, apresentou aos participantes um panorama do mercado mundial para soja convencional. Atualmente, 22% dos 27 milhões de hectares de soja plantados no Brasil são de soja livre. O País é o maior produtor do mundo de soja convencional e maior fornecedor de produtos como farelo, lecitina, óleo, proteína texturizada e carnes para a comunidade europeia, Japão e Coreia, proporcionando aos agricultores e sementeiros, agregação de valor na atividade. “Cerca 60% do farelo exportado hoje pelo Brasil é de soja convencional, certificada. A Europa paga prêmios que chegam ao agricultor que recebe até 4 reais a mais por saca de grão”, explica. O custo de produção, segundo Paghi, é o mesmo que o do produto transgênico e a retomada do plantio da soja convencional é atribuída às questões de ordem técnicas, necessidade de rotação de tecnologia, mas principalmente, pela oportunidade de plantar um produto mais rentável.Além da exportação, derivados e subprodutos da soja convencional movimentam a cadeia produtiva. Vantagem Para o produtor Albertino Perez, plantar soja convencional é vantajoso.“Traz benefício agregado ao produtor e é também uma forma de fazer rotação de herbicida. O custo da produção é igual ao da soja transgênica, mas há uma vantagem que é o bônus”. Paghi destacou ainda que a tendência é o crescimento da área plantada e até 2018 o Brasil deve chegar a uma produção de 14 milhões de toneladas de soja convencional. “A soja convencional é cada vez mais um produto nobre e de agregação de valor”. Variedades O engenheiro agrônomo da Embrapa Soja, Pedro Moreira da Silva Filho, relatou as características e comportamentos de quatro variedades de soja convencional. “Vamos mostrar para os produtores a maneira de olhar essas variedades de soja como opção de cultivo”, disse. Entre as cultivares apresentadas está a BRS 232, com alto potencial produtivo. É resistente ao cancro da haste e a mancha “ olho-de-rã”, entre outras. “Esta variedade, plantada em época adequada, não apresenta problemas com acamamento”, explicou Pedro. Um dos destaques apresentados, a BRS 317, recém-lançada pela Embrapa, tem alta capacidade vegetativa, é apropriada para regiões mais quentes e com excelente potencial de produção, além de boa sanidade radicular. A variedade BRS 283, cultivar recomendada para semeadura no cedo, precoce, tem como características, alta produtividade, boa capacidade de crescimento, não apresenta problemas de acamamento e suporta uma população maior de plantas, além de boa sanidade de raiz. Já a BRS 284 tem o maior potencial de rendimento,característica bastante apreciável para soja destinada à alimentação. O plantio pode ser antecipado para evitar o acamamento, e a cultivar apresenta ciclo e porte que viabilizam a semeadura da segunda safra de milho. A época recomendada para a semeadura das quatro variedades é o mês de outubro. Palestras O encontro contou ainda com palestras ministradas nas estações técnicas por pesquisadores da Embrapa com os temas: “Nutrição Equilibrada da Soja” e “Manejo de Plantas Daninhas em Soja Convencional”. O responsável técnico da Menarim Sementes, Henrique Menarim, mostrou aos participantes os resultados dos trabalhos “Manejo de População de Plantas” e “Controle do Mofo Branco em Soja”. O Dia de Campo e o Workshop promovidos pela Menarim Sementescontaram ainda com a presença de representantes da Fundação Meridional de Apoio à Pesquisa Agropecuária; Imcopa - Importação, Exportação e Indústria de Óleos Ltda; Naturalle, e Shikoku Kakoki Co., Ltd. Jornalista Ceres Vieira

Copyright 2020 • Menarim Sementes é Marca Registrada • Todos os direitos reservados • contato@menarimsementes.com.br